7 dicas para mais confiança no trabalho (rumo à progressão na carreira)

Dicas para mais confiança no trabalho

A confiança no trabalho é uma qualidade poderosa para quem sonha com a progressão na carreira. É esse o teu caso? Descobre 7 dicas para te tornares mais confiante…

Ter confiança no trabalho influencia a forma como comunicas, como te apresentas no trabalho e como os outros te veem. É uma questão de Psicologia!

Em apresentações, reuniões com colegas e clientes, entrevistas de emprego, estar confiante pode ajudar-te a alcançar os teus objetivos de carreira. Mas este traço de personalidade não é natural na maioria das pessoas: é necessário trabalhar para que floresça.

7 dicas para ter mais confiança no trabalho

A boa notícia é que ter confiança no trabalho é mais fácil do que pensas. Fica com 7 dicas da Adecco Portugal, empresa especialista em Recursos Humanos, sobre o que podes trabalhar para enfrentar eventuais medos e inseguranças. Começa já a praticar e constrói o teu caminho para o sucesso!

1. Fala mais devagar

O ritmo do teu diálogo pode ter um grande impacto na disposição de outras pessoas para te ouvirem. Independentemente do que digas, seja relevante e importante, ou não, a forma como falas pode afetar como os outros te interpretam ou te atribuem credibilidade.

Se falares demasiado depressa, dando a ideia de que só queres comunicar o que é preciso, parecerás menos confiante.

Mas se falares mais devagar e escolheres as tuas palavras com cuidado, o que disseres parecerá mais importante e elaborado. Além disso, terás tempo para pensar no que estás a dizer.

Se tiveres tendência para falar rapidamente, abranda um pouco e fala com propósito em mente.

2. Escolhe bem as tuas palavras

As palavras que utilizas terão um grande impacto na mensagem que estás a tentar transmitir.

Assim, evita o uso de muletas de linguagem que tornam a comunicação menos assertiva ou enrolada – por exemplo, expressões como “Por vezes”, “Provavelmente”, “Normalmente”, “Poderia ser”, “Eu penso que” …

Ao invés disso, usa antes palavras e declarações definidas e assertivas para comunicares claramente. Aposta em frases curtas e diretas e, sempre que possível, assenta-as em convicções que demonstrem análise prévia ou factos. Evita divagar!

3. Mantém linguagem corporal positiva

 A tua postura também diz muito sobre ti aos outros, uma vez que se te desleixares e te mexeres demasiado, podes parecer nervoso.

Portanto, se falar com as mãos te pode ajudar a comunicar entusiasmo sobre um tópico, já tocar muito no rosto ou no cabelo, ajustar a roupa e mexer na cadeira pode ser uma distração e dar a ideia de falta de confiança.

Pelo contrário, faz um esforço para te sentares direito e manteres sempre uma boa postura. A tua cabeça deve estar erguida e senta-te direito, minimizando os movimentos do corpo.

É verdade que manter uma linguagem corporal positiva pode ser um desafio e exigir alguma prática, pois podes até nem te aperceber de que estás a mexer-te. Assim, pede a um colega de confiança que avalie a tua linguagem corporal para encontrares formas de a melhorar.

4. Veste-te de forma adequada

Usar a roupa certa é importante por muitas razões, não só para teres mais confiança no trabalho, mas também pela forma como as outras pessoas te veem.

Nota que é nos primeiros 30 segundos de contacto que o outro tenta perceber quem tem à sua frente. É uma atitude humana.

Assim, escolhe roupas que se ajustem ao dress code da empresa e à tua personalidade. Se te sentires confortável na própria pele e olhar, vais ter de imediato um impacto positivo na tua confiança.

Senta-te com as costas direitas, caminha com propósito e projeta mais confiança quando falares.

Mas, mais importante ainda, uma linguagem corporal confiante deixará uma impressão duradoura nas pessoas com quem falares de trabalho ou mesmo durante uma entrevista de emprego. E não te esqueças de que nenhum outfit está completo sem um sorriso!

5. Assume a responsabilidade pelas tuas ações

As pessoas cometem erros. Ninguém é perfeito e os erros até podem ser uma fonte de aprendizagem. Portanto, mentaliza-te de que vais cometer a tua quota-parte de erros no trabalho. O mais importante é a forma como lidarás com esses erros.

Assim, evita culpar os outros. Não te queixes, nem leves as coisas a peito.

A vontade de assumir as culpas quando há um deslize pessoal mostra, além de inteligência e confiança no trabalho, uma postura honesta que vai conquistar os teus colegas. Deste modo, ganharás o respeito dos teus pares e líderes, mas também terás um sentimento interno de confiança.

Além disso, assumir a responsabilidade e trabalhar numa solução para corrigir um erro, também te ajudará a provar a si mesmo que és capaz de lidar com qualquer situação. Isto vai aumentar a tua autoconfiança.

6. Evita pensar demasiado

O ato de pensar demais é, muitas vezes, causado pelo medo de errar. Muitas pessoas pensam demais porque olham para todos os possíveis resultados negativos de uma decisão e não para os resultados positivos ou prováveis. Este é um fator de grande ansiedade que pode comprometer a saúde mental de uma pessoa.

Assim, lembra-te de que tens competências, experiência e formação necessárias para fazer o teu trabalho. Vê que foste contratado para tomar decisões de acordo com a tua função.

Portanto, quando pensas demais e começas a analisar os cenários negativos que podem resultar das tuas decisões, vais afetar o teu nível de autoconfiança, mas isso também se vai projetar nos teus colegas.

Se tiveres tendência para repensar as coisas, isso começará a minar o teu pensamento. Por isso, concentra-te nos resultados positivos e fica atento quando estiveres a pensar demais. Toma uma decisão e segue em frente! Confia na tua capacidade de tomar decisões e também nos outros.

7. Não finjas ser outra pessoa

A autenticidade projeta confiança no trabalho. Portanto, evita imitar alguém ou ser a pessoa que pensas que os outros querem que sejas. Sê tu mesmo!

Relaxa, sê e aceita quem és, tanto a nível pessoal como profissional. Assim, terás mais confiança no trabalho e nas tuas capacidades, e os outros também terão mais confiança em ti.

As “máscaras” nunca são uma boa opção, pois desgastam muito e também colocam em risco a tua saúde mental.

Baseado em Press Release da Adecco Portugal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima