Como encontrar trabalho em televisão? 4 dicas que ajudam

Operador de câmara de boné e barba a filmar é um exemplo de trabalho em televisão.

Sabias que hoje é o Dia da Televisão? Pois é. E, neste dia, vamos deixar-te algumas dicas para poderes encontrar trabalho em televisão e iniciar uma carreira nesta área.

O mundo da televisão é fascinante e é um sonho para muitos. Se estás entre estas pessoas, chegaste ao sítio certo! Vamos deixar-te algumas dicas de como encontrar trabalho em televisão. Aprende a tomar as melhores decisões e como dar os primeiros passos nesse sentido.

Não existe um segredo, ou uma fórmula ideal, para começar uma carreira na televisão. Portanto, só podemos dar-te algumas pistas quanto ao caminho que podes seguir.

Mas procura também ouvir outras opiniões, por exemplo, falando com quem trabalha nesta área para teres mais informações sobre o que podes fazer.

O trabalho em televisão não é só fama

A indústria televisiva é associada às celebridades que conhecemos através dos ecrãs. Podem ser apresentadores, atores ou pivôs de informação. Contudo, por trás dos rostos que se tornam célebres, há todo um leque de profissionais que vão desde os operadores de câmara aos profissionais de limpeza.

Por isso, antes de mais, tens de perceber que trabalhar em televisão não implica só glamour e fama. Quem fica atrás das câmaras, em papéis secundários, também é essencial para que os programas televisivos nos cheguem a casa em perfeitas condições.

Assim, começa por pensar bem no que queres mesmo fazer. É o estrelato que procuras? Ou a tua paixão pela televisão vai para lá do que se vê em casa?

Repara que os requisitos para diferentes funções são variados, tal como a formação necessária. Então, precisas de planear o teu caminho, nomeadamente o curso que queres fazer. Portanto, pensa em qual é a tua profissão de sonho!

O meu primeiro emprego em televisão será permanente?

Pensar em conseguir um primeiro emprego permanente, no mercado de trabalho atual, pode não ser um bom princípio. E isso é ainda mais claro no caso do mundo televisivo.

Muitas vezes, os contratos são de curto prazo, ou mesmo a Recibos Verdes. Repara que os canais de televisão precisam de contratar pessoas no âmbito de certos projetos e/ou programas televisivos. Assim, as pessoas ficam vinculadas “à casa” durante o tempo de duração desses projetos.

Deste modo, o melhor é ficar preparado para esse cenário que também tem as suas vantagens. Não corres o risco de te acomodar no trabalho, nem de ficares desmotivado. E isso pode ser ótimo em termos do teu próprio dinamismo e do crescimento profissional.

Prepara-te para muita competição

A indústria televisiva é altamente competitiva – e não é apenas no capítulo das audiências! É difícil entrar neste mundo, pois é um circuito bastante fechado, onde as oportunidades nem sempre são anunciadas em sites de emprego.

Em muitos casos, os empregos são ocupados por indicações de pessoas que trabalham no próprio setor, fruto de experiências passadas e considerando o talento desses profissionais. Assim, o networking é fundamental para “abrir portas”.

Mas também é uma área onde, muitas vezes, se pede experiência aos candidatos a emprego. E isso pode ser um grande problema para quem está apenas a começar esta caminhada.

Que qualificações são necessárias?

Para encontrar trabalho em televisão não é necessário ter uma formação superior. Aliás, quem quiser trabalhar em áreas mais técnicas, deverá apostar antes numa formação mais prática que é típica dos cursos profissionais.

Em alguns casos, pode nem ser preciso ter formação na área concreta onde se pretende trabalhar, desde que se tenha experiência comprovada.

De qualquer modo, um bom curso é sempre um excelente “cartão-de-visita” para conseguir uma oportunidade. Este dado é sobretudo válido nos grandes grupos de comunicação – quanto maior e mais conceituado o canal de televisão, maiores exigências e expetativas terá quanto aos candidatos.

Contudo, a abordagem vai depender sempre da área de trabalho. Assim, vamos resumir-te, em termos genéricos, alguns dos requisitos necessários para diferentes setores profissionais na televisão:

  • Profissões operacionais (operadores de câmara e editores, por exemplo) – a experiência é o fator mais importante, dando-se menos importância à formação.
  • Figuras do ecrã (atores e apresentadores, por exemplo) – aqui o mais importante são os atributos pessoais, nomeadamente, a confiança e a capacidade de comunicação. Além disso, é preciso também ter à-vontade com a câmara – e, mais do que isso, ficar bem no ecrã.
  • Profissões de gestão – um curso superior é essencial, mas a experiência também é importante. Quanto mais elevado o cargo na hierarquia da empresa, mais essencial é ter boas referências passadas para apresentar em termos de conquistas profissionais.
  • Jornalistas e Repórteres de TV – neste caso, também é preciso ter formação adequada na área, mas, em alguns casos, a experiência pode ser importante. Além disso, ter provas dados no setor, com trabalhos jornalísticos passados, é uma mais-valia.

Em todo o caso, os critérios para contratar em televisão dependem sempre de cada empresa. A exigência muda também conforme a dimensão e o sucesso do próprio canal.

Imagem de uma claquete que ilustra a profissão de Produtor Audiovisual.

Descobre o que faz um Produtor Audiovisual

4 Dicas para encontrar trabalho em televisão

Para lá de todas as dicas enunciadas, ainda tens dúvidas sobre como começar esta busca por um trabalho em televisão? Bem, vamos ajudar-te, apontando-te alguns caminhos que podem “abrir-te a porta” a um emprego neste mundo.

1. Faz um estágio num canal de televisão

Há vários canais de televisão que promovem programas de estágios para captar jovens talentos. Mas também as universidades e instituições de ensino que promovem cursos nesta área podem permitir a realização de estágios em televisão.

Esta é uma excelente forma de adquirir experiência e somar conhecimentos, bem como de “fazer” currículo na área. Mas é sobretudo uma ótima forma de conhecer pessoas dentro do meio.

Muitas vezes, estes estágios não são remunerados e, portanto, tens de avaliar se tens capacidade financeira para estar meio ano, ou um ano inteiro, sem receber.

2. Começa por baixo enquanto sonhas com o topo

Se a possibilidade de ficar sem um salário durante algum tempo não é viável, podes tentar ganhar experiência de trabalho num canal mais pequeno, e menos conhecido.

Faz uma pesquisa no Google e aponta várias hipóteses, recolhendo o máximo de informação possível. Depois, avalia se têm anúncios de emprego em aberto, ou podes enviar candidaturas espontâneas com o teu currículo e uma carta de motivação.

3. Ganha experiência na universidade

Se pretendes apostar no mundo televisivo, é boa ideia que comeces a habituar-te com esta realidade já na Universidade. Há muitas Faculdades que têm Rádios universitárias que podem dar-te um bom treino mesmo que desejes trabalhar em televisão.

Por outro lado, cada vez mais as associações de estudantes promovem os seus próprios canais no YouTube, o que pode ser um primeiro passo para contactares com este universo dos media.

Através desta via, conseguirás ganhar experiência e à-vontade, mesmo que não estejas a ser pago por isso. Depois, quando enfrentares o mercado de trabalho real, estarás em vantagem perante quem nunca fez nada na área.

4. Participa em eventos e formações da área

O networking, como já dissemos, é uma excelente forma de entrar no mundo televisivo. Não se trata de arranjar “cunhas”! É, simplesmente, uma forma de se “ser visto”, de mostrar entusiasmo e talento a quem já se move dentro do setor.

Assim, procura participar em eventos e formações da área, pois isso pode permitir-te conhecer as pessoas certas para teres a tua oportunidade.

A par desse contacto pessoal e direto, não te esqueças de usar as redes sociais para manter a conexão viva – e para que não se esqueçam de ti!

Em conclusão…

O mundo da televisão tem os holofotes virados para si, mas nem tudo é fama! Há muita gente a trabalhar atrás das câmaras que também desempenha um papel essencial para que a “caixinha mágica” nos chegue a casa em perfeitas condições.

Assim, quem tem o sonho de encontrar um trabalho em televisão deve perceber bem ao que vai. Trata-se de um mundo muito competitivo e exigente, mas também muito recompensador. Estás preparado para esta aventura?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima