Como procurar emprego online (e conseguir oportunidade de ouro)

Estás às voltas com a ideia de como procurar emprego online? Chegaste ao sítio certo. Neste guia, deixamos-te um passo a passo do que deves fazer para conseguir a tua próxima oportunidade de ouro.

Nos últimos anos, a Internet tomou conta das nossas vidas, tanto a nível profissional, como no âmbito pessoal. Assim, também para procurar emprego se tornou fundamental.

Mas, com tantos recursos e sites online, pode ser bem complicado saber como encontrar ofertas de emprego online. Afinal, onde procurar emprego e como?

Se esta pergunta paira na tua cabeça, vamos explicar-te como procurar emprego online para conseguir agarrar a próxima oportunidade de ouro na tua vida profissional.

Fica connosco para saber tudo!

Afinal, como procurar emprego na Internet?

A busca pelo emprego perfeito leva tempo e exige paciência, bem como as ferramentas certas. Assim, é preciso ter um plano bem definido para saber o que se anda a fazer, pois só dessa forma será possível obter resultados.

Saber procurar trabalho online é, portanto, um trabalho em si! Desse modo, deves preparar-te para dedicares umas boas horas ao assunto.

Mas para te simplificar a vida, criamos este guia com os passos fundamentais de como procurar emprego na Internet – para que não te percas pelo caminho!

1º Passo: Define o tipo de emprego que desejas

Agora que estás desempregado/a, podes desejar encontrar um novo trabalho na tua área profissional. Mas também podes querer mudar de vida e descobrir uma nova profissão que te faça mais feliz!

Assim, é importante que decidas, desde logo, o que realmente queres para o teu futuro.

Repara que as motivações das pessoas para encontrarem um emprego podem variar muito. Assim, se o teu foco é o dinheiro, talvez queiras conhecer o top das 18 Profissões mais bem pagas em 2021.

Contudo, se o teu principal interesse for garantir uma área com boa empregabilidade, aproveita para espreitar as 10 profissões com mais saída no Mercado de Trabalho.

Fazer Testes Vocacionais é uma boa forma de tirar dúvidas, caso as tenhas. Mas também há um Simulador de Profissões que te pode ajudar a encontrar os trabalhos mais interessantes conforme as disciplinas que gostas e os idiomas que fales, por exemplo.

2º Passo: Cria uma presença profissional online

Se ainda não tens, é hora de criares o teu perfil no LinkedIn. Esta é a rede social profissional por excelência e é usada por muitos empregadores para recrutarem novos talentos.

Portanto, é um bom cartão de visita para o mundo laboral que pode abrir as portas a uma nova oportunidade. Além disso, é muito fácil fazer um perfil no LinkedIn e é gratuito.

O netowrking, ou seja, a definição de uma rede de contactos, é essencial para procurar emprego nos dias que correm. Nesse sentido, o LinkedIn é um forte aliado que não te podes dar ao luxo de descartar.

3º Passo: “Limpa” as tuas redes sociais

Outro passo importante é “limpar” as redes sociais de eventuais aspetos negativos. Estamos a falar de imagens ou de comentários que possam ser mal-interpretados ou dar uma má imagem de ti.

Tenta também fazer uma pesquisa com o teu nome no Google para ver que tipo de resultados aparecem. Repara que alguns empregadores também podem fazer o mesmo, para investigar que tipo de profissional és.

Portanto, toma nota de todos os dados menos positivos que seja necessário retificar e trata logo disso. Uma boa forma de os “anular” é publicando informações positivas sobre ti e o teu percurso nas redes sociais ou em algum blogue que tenhas.

4º Passo: Constrói um bom currículo

Deves fazer um Curriculum Vitae que enalteça os teus pontos fortes. É importante que incluas todos os dados relevantes sobre o teu percurso profissional, por exemplo, a experiência profissional e a formação. Mas não te esqueças de indicar também o teu contacto de telefone e o email.

É importante ainda que adaptes o teu currículo a cada emprego a que te candidates. Vê que, para uma dada oferta de emprego, pode ser mais vantajoso destacar um dado aspeto, enquanto para outra pode ser necessário realçar outro.

Aproveita para ler Como fazer um CV (da forma certa)?

5º Passo: Escreve uma Carta de Apresentação que se destaque

A Carta de Apresentação é, por vezes, desvalorizada por quem procura um emprego. Mas, na verdade, pode fazer toda a diferença na hora de concorreres a um emprego com dezenas de outros candidatos.

Repara que esta Carta de Apresentação serve para reforçar o que está incluído no Currículo. Contudo, também funciona como um chamar de atenção para o mesmo. Assim, pode fazer a diferença entre os currículos que são pré-selecionados e os que acabam no lixo.

6º Passo: Divulga nas tuas redes sociais que procuras uma nova oportunidade

A divulgação online de que estás à procura de uma nova oportunidade profissional é uma boa forma de abrir a porta a um novo emprego. Podes fazê-lo nas tuas redes sociais, divulgando até o teu currículo ou o teu perfil do LinkedIn.

É importante que incluas nestas publicações as tuas qualificações gerais, bem como o tipo de trabalhos que procuras. E não te esqueças de pedir aos teus seguidores para partilharem a tua publicação ou para sondarem amigos ou colegas sobre a possibilidade de um emprego.

A publicação pode ser algo tão simples como o seguinte:

“Como sabem, deixei o meu emprego na Empresa X há cerca de uma semana. Estou, neste momento, em busca de um novo desafio na área do Marketing. Adoraria poder continuar na zona de Braga, se for possível! Por favor, avisem se souberem de alguma empresa que esteja a contratar ou se tiverem bons contactos nesta área. Obrigada!”

7º Passo: Procura o trabalho certo para o teu perfil

A tua procura de emprego deve passar por áreas onde o teu perfil profissional e/ou pessoal seja uma mais-valia. Assim, o mais natural será que concorras a trabalhos dentro da experiência que acumulaste e/ou da tua formação de base.

Contudo, se quiseres mudar de área, deves sempre procurar uma formação adequada no setor onde pretendes entrar – a não ser que já tenhas qualificações nesse âmbito, por exemplo, se tiveres um hobby associado.

O que é fundamental é que tenhas presente que, na hora de concorreres a um emprego, vais ter de apresentar argumentos que conquistem o empregador. Assim, a chamada “escola da vida” também pode ser uma boa mais-valia, dependendo da área a que te candidates.

Além disso, certos empregos podem exigir competências pessoais especiais que poderás atestar pelo teu estilo de vida, por exemplo.

Há Testes Vocacionais, como o Teste das Cores ou o Teste das 7 Inteligências, que podem ajudar a descobrir áreas profissionais relacionadas com o teu perfil e personalidade, bem como profissões que podem ir ao encontro dos teus interesses e competências.

Depois disso, só precisas de chegar aos anúncios certos e de começar a enviar o teu currículo, juntamente com uma Carta de Apresentação excelente.

8º Passo: Prepara-te para a entrevista de emprego

Agora que já sabes que tipo de trabalho procuras e que já começaste a responder a anúncios, deves começar a pensar no momento em que estiveres face a face com o potencial empregador. Portanto, trata de preparar a entrevista de emprego.

Vê que esse momento é decisivo para a escolha do candidato selecionado. Portanto, trata de investir o devido tempo e de te empenhar!

Espreita 10 dicas de Como fazer preparação para entrevista de emprego

9º Passo: Não deixes a candidatura esquecida

É importante que faças um acompanhamento das tuas candidaturas. Assim, mesmo que não recebas respostas dos empregadores, deves enviar emails de follow up, com o intuito de saber como está o processo.

Nalguns casos, os anúncios podem ter indicações quanto à forma como todo o processo de seleção vai decorrer. Nesses casos, não será necessário fazer este seguimento. Mas é importante que não deixes a candidatura esquecida.

10º Passo: Segue em frente e insiste

Após tudo isto, é importante ainda que tenhas a perceção de que a maioria das tuas candidaturas não vão ter a resposta desejada. É assim mesmo e, portanto, só tens de persistir até dar certo.

Neste processo, o essencial é que aprendas a “vender-te”! É verdade que não soa muito bem, mas o Marketing pessoal e a capacidade de saber promover-se é determinante no mercado de trabalho.

Assim, segue em frente e avança com confiança e muita persistência.

Como procurar trabalho online

Como encontrar ofertas de emprego online

Além destes passos, é também importante saber onde encontrar ofertas de emprego online. Há uma lista diversa de sites de emprego, com anúncios de todo o tipo. Mas o processo pode ser cansativo.

Assim, deves focar-te nos principais, naqueles sites de emprego que são mais conhecidos, pois são os que juntam a maioria das ofertas de trabalho.

Contudo, em algumas áreas, há sites específicos que são uma boa opção, como, por exemplo, o Carga de Trabalhos que divulga ofertas de emprego na área da comunicação.

Mas outra opção passa por espreitar sites governamentais que, muitas vezes, também publicam anúncios de emprego.

Em Portugal, isso acontece no site do IEFP (Instituto do Emprego e Formação Profissional) que também permite fazer pesquisas de ofertas por áreas geográfica e profissional.

No Brasil, existe o portal Emprega Brasil do Ministério do Trabalho que também divulga vagas de emprego, além de ajudar as empresas a encontrarem os trabalhadores desejados.

Contudo, os sites das Universidades podem também ser espaços interessantes para procurar ofertas de emprego. Algumas podem divulgar anúncios ou informações pertinentes sobre empresas que estejam a recrutar, bem como sobre parcerias assinadas com potenciais empregadores.

Assim, há uma grande variedade de opções para procurares. Só precisas de saber bem o que queres!

Em conclusão…

Saber como procurar emprego online é um grande passo para encontrar a tua próxima oportunidade. Por isso, estes passos podem ajudar-te a poupar tempo precioso, para conseguires ganhar à concorrência e garantires o emprego que tanto desejas. Estamos a torcer pelo teu sucesso!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top