Profissões mais procuradas durante a pandemia

Profissões mais procuradas na pandemia

A pandemia tem abalado o mundo e levou muitas pessoas a perderem os seus empregos. Contudo, também criou boas oportunidades! E há até profissões que tiveram uma elevada procura durante o período da covid-19. Anda descobri-las!

Há aquelas profissões onde essa procura é evidente e previsível, como é o caso de Médicos e Enfermeiros que tanta falta têm feito nos hospitais. Por todo o mundo, houve uma demanda maior por cuidados de saúde devido ao aumento de infetados com o coronavírus.

Mas para lá da Saúde, há outras áreas com crescimentos interessantes nas vagas de emprego. E algumas podem causar surpresa!

Vem daí descobrir essas profissões mais procuradas na pandemia no Brasil e em Portugal…

Profissões mais procuradas durante a pandemia em Portugal

A área da Saúde tem sido, sem dúvida, aquela onde mais demanda de profissionais qualificados tem aparecido. Os hospitais contrataram muitos Médicos e Enfermeiros mas, ainda assim, continuam a faltar recursos humanos nesta área.

Porém, também outros profissionais de Saúde, como, por exemplo, Técnicos de Laboratório e Patologistas Clínicos, ou mesmo Auxiliares de Saúde, têm tido mais ofertas.

Além da Saúde, a área do Ensino, com destaque para o Professor Online, tem igualmente tido um aumento de procura. Portanto, o ensino à distância cresceu muito com a pandemia e várias oportunidades de emprego.

Os Designers Gráficos também estão em alta nestes tempos pandémicos. Portanto, é um sinal da importância que o Marketing assumiu perante a necessidade de novos e antigos empreendedores divulgarem os seus produtos e/ou serviços.

Neste âmbito, importa notar igualmente a afirmação dos Especialistas em e-Commerce que foram essenciais na luta contra a crise económica.

Profissionais mais procurados no LinkedIn

A procura por Engenheiros de Software também tem sido marcante nesta fase. Em Portugal, essa foi mesmo a profissão mais procurada no LinkedIn, a rede social de negócios, entre abril e junho de 2020.

A área das Tecnologias de Informação (TI) foi uma das maiores beneficiadas com a crise pandémica, por exemplo no caso dos Especialistas em Cibersegurança. A passagem das principais operações das empresas para a Internet obrigou a um reforço das medidas de segurança, pois é preciso evitar ciberataques.

O LinkedIn destaca ainda a procura por Consultores Imobiliários. Apesar de o mercado ter estado um pouco estagnado nesta fase, a venda e compra de casas nunca parou. Assim, esse continua a ser um mercado muito apelativo em Portugal.

Além da busca por profissionais de Enfermaria, o LinkedIn evidencia as pesquisas por Gestor de Projeto e Gestor de Conta. Portanto, uma tendência que reflete a preocupação estratégica no mundo dos negócios.

Há ainda a notar a procura por Advogados, o que é um pouco surpreendente. Mas este dado pode estar relacionado com o aumento de casos de despejos ou de despedimentos, portanto exigindo busca maior por serviços legais.

No LinkedIn também se verifica uma procura maior por Psicólogos, pelo que é um sinal do agravamento dos problemas mentais com o prolongar da pandemia.

Também há a notar um aumento de ofertas para Arquitetos numa altura em que muitas pessoas investiram em obras nas suas habitações.

Outras ofertas de emprego na pandemia

Os números do LinkedIn ajudam a retratar a realidade do mercado de trabalho, mas não representam o quadro todo. Na verdade, há um mundo que corre longe da Internet e que também é preciso abordar.

Assim, o setor da logística e do armazenamento também foi muito procurado, pois os consumidores foram obrigados a alterar os seus hábitos de compra.

O aumento das encomendas online levou a uma maior demanda por motoristas de distribuição e por operadores de armazém.

Portanto, o confinamento das pessoas em casa, com muitos serviços e processos a passarem para o online, levou também a um aumento da necessidade de Operadores de Call Center para responder a dúvidas e problemas dos consumidores.

Ao mesmo tempo, os Operadores de Telemarketing foram mais requisitados, pois é preciso divulgar produtos e serviços e, portanto, manter as equipa de vendas em ação.

As empresas também sentiram uma grande necessidade de contratar Contabilistas e Técnicos Oficiais de Contas. Em tempos de dificuldades financeiras, estes profissionais têm sido essenciais para ajudar a ultrapassar a burocracia e, assim, conseguir obter os apoios do Estado.

Profissões mais procuradas durante a pandemia no Brasil

As profissões mais demandadas no Brasil, nestes tempos pandémicos, são de quatro grandes áreas: saúde, logística, tecnologia e construção civil.

Comecemos pelos profissionais de Tecnologias de Informação (TI) que têm sido essenciais para apoiar outras áreas. Assim, a migração da Educação para o ensino online, do trabalho para o home office e as vendas online aumentaram a procura por esses trabalhadores. Mas é uma tendência marcante que veio para ficar.

Deste modo, profissionais como Engenheiros de Software, Analistas de Software, Desenvolvedor Web e Engenheiro Mobile estão entre os que foram visados por mais vagas aberta no Brasil, no LinkedIn, entre junho e julho de 2020.

Em destaque surge também o Consultor de Negócios, o que indicia a preocupação das empresas em redefinirem as suas estratégias. Um reflexo da necessidade de responder à pandemia, ou ainda do aparecimento de novos empreendedores e oportunidades.

Profissões mais procuradas na pandemia no Brasil

Como já notamos, houve um aumento significativo do e-commerce com as lojas online a dispararem. Mais de 135 mil lojas no Brasil aderiram ao e-commerce desde o início da pandemia, segundo dados da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico.

É um crescimento de 18% em relação a 2019, sendo que o destaque desses novos negócios de e-commerce vai para as áreas da alimentação e das roupas. Portanto, nesse campo, profissionais como o Consultor de e-business e o Digital Marketeer têm tido muita demanda também.

Obras e entregadores com muita demanda

Além da evidente procura por Médicos e Enfermeiros, também se verifica uma demanda por Farmacêuticos, segundo dados do Banco Nacional de Empregos (BNE).

Além dessas, o BNE prevê que, em 2021, algumas das profissões mais procuradas sejam as seguintes:

Esses dados refletem o que tem acontecido em termos dos hábitos de consumo das pessoas. Mas o aumento nas entregas de aplicativo também abre oportunidades para Entregadores, sobretudo para pessoas que não encontram emprego.

Todavia, também há um aumento na busca por técnicos de celular, pois a reparação de equipamentos tecnológicos aumentou. Portanto, é algo que pode estar relacionado com o aumento do trabalho remoto e com o maior uso dado aos aparelhos eletrónicos.

A Associação Brasileira da Indústria Elétrica avança que a busca pelo conserto de celulares aumentou em 72% no fim de 2020 em relação ao ano anterior.

Outra tendência desta pandemia são as obras em casa, com muitas pessoas a fazerem melhoramentos no lar. Assim, Pedreiros e Mestres de Obras também têm tido mais oportunidades de trabalho. Mas há ainda maior procura por Eletricistas e Encanadores.

Novas competências essenciais

A pandemia também teve o condão de impulsionar novas skills e de valorizar outras competências que não eram relevadas pelos empregadores.

A mudança de hábitos dos consumidores e as alterações laborais, com o reforço das infraestruturas tecnológicas nas empresas, realçaram competências novas. Assim, os campos da cibersegurança, do e-commerce e da análise de dados assumiram importância maior.

Mas a facilidade e capacidade para trabalhar online e, portanto, o domínio das novas tecnologias de comunicação, também se tornou fundamental. Se não é a tua praia, é boa ideia investires em aprender!

Além disso, saber Inglês é essencial em certos setores, como, por exemplo, no e-commerce, onde o mercado de clientes abrange todo o planeta.

Outra tendência marcante prende-se com a valorização do talento individual, por vezes acima das próprias qualificações académicas. Neste âmbito, os profissionais de Recursos Humanos são cada vez mais requisitados. Pois repara que o talent aquisition, ou seja, a aquisição de talentos, é agora um grande diferencial para as empresas.

No domínio do Marketing Digital, o foco dos especialistas está agora na experiência do consumidor ou customer experience, pois é preciso definir estratégias de vendas mais precisas e detalhadas.

Para lá disso, nos tempos que correm, valoriza-se muito a capacidade de comunicação, de adaptação e de iniciativa.

Profissões que mais perderam com a pandemia

Num sentido inverso, alguns setores profissionais sofreram profundas quedas com a emergência da covid-19. Áreas como o Turismo, o Lazer, a Restauração e a Hotelaria são as mais afetadas.

Alguns negócios chegaram a falir com a crise pandémica e outras enfrentam sérias dificuldades para se erguerem.

O exemplo do Turismo é, talvez, o mais assustador. Esta área tem sido, ao longo dos anos e em países como Portugal e Brasil, um grande motor da economia. Assim, tem impulsionado o PIB (Produto Interno Bruto) dos países e criado muitos empregos.

Mas, atualmente, com os turistas presos nos seus países, impedidos de viajarem, os espaços turísticos estão desertos e, logo, na míngua de receitas.

A aviação civil e o setor da cultura também estão sofrendo muito com a pandemia que tarda em acabar.

Concluindo…

Entre as boas e as más notícias, o futuro está nas profissões mais procuradas na pandemia. Até porque as tendências que se verificam agora são para manter, de acordo com os especialistas do setor.

Assim, resta olhar para o cenário real e adaptá-lo à realidade individual. O segredo é buscar as oportunidades do mercado, bem como apostar nas qualidades pessoais e nas preferências de cada um.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top