Sabes porque os médicos vestem branco?

Sabes porque os médicos vestem branco?

Há poucas coisas mais simbólicas do que a “farda” branca no campo da Medicina. Mas, afinal, sabes porque os médicos vestem branco? É uma pergunta curiosa com uma resposta não menos peculiar…

Tempos houve em que os médicos vestiam, sobretudo, roupa preta. O que levou então à mudança para o branco? Vem daí entender como aconteceu essa alteração…

Porque os médicos vestem branco: a história

Talvez seja uma surpresa perceber que até finais do Século 19, os médicos só vestiam preto na verdade. Essa escolhe pretendia ilustrar a gravidade e a seriedade da profissão de Médico.

Contudo, o preto também tinha uma função prática, pois servia para esconder a sujidade que então estava associada à atividade. Assim, as nódoas de sangue e outros vestígios desagradáveis não se viam!

Todavia, a Medicina evoluiu e descobriram-se os germes, entre outras coisas muito importantes.

O trabalho do microbiologista Louis Pasteur foi especialmente importante, dando origem à teoria dos germes das doenças. Foi então que o Cirurgião britânico Joseph Lister percebeu que as roupas sujas dos médicos poderiam estar a infetar os seus doentes, contribuindo para milhares de mortes.

A partir dessa altura, Lister começou a usar o fenol para esterilizar os equipamentos médicos. Mas também passou a usar fatos brancos durante as operações.

Esta mudança terá levado a reduzir a mortalidade depois das cirurgias de 50% para apenas 15%, segundo relatos históricos.

Contudo, nem todos os médicos aderiram de imediato à prática, pois muitos não acreditavam na teoria dos germes. Assim, os “fatos” brancos só se tornaram mais generalizados em 1875, após resultados positivos verificados num hospital alemão.

Mas porquê o branco?

Há razões muito práticas que justificam a aposta nesta cor.

Vê que os fatos brancos se sujam facilmente e, portanto, é fácil perceber de imediato que podem conter germes. Assim, é também mais fácil evitar fontes de transmissão de uma infeção.

Contudo, a cor branca também tem um forte simbolismo, sendo associada a sentimentos como tranquilidade e honestidade segundo a Psicologia das Cores. E estes são dois sentimentos essenciais na prática médica.

O branco também representa a paz e a pureza que está associada ao compromisso do médico de não causar dano. Mas é também a cor que alguns associam à bondade e, portanto, à compaixão. E é importante que os pacientes vejam os médicos como alguém que lhes vai trazer alívio.

Além disso, pesquisas efetuadas em hospitais concluíram que a cor das roupas dos médicos afeta a forma como os doentes analisam o seu desempenho, bem como a sua satisfação com os cuidados recebidos.

Um desses estudos, feito em 10 hospitais dos EUA, concluiu que a cor branca tem um efeito muito positivo na perceção dos doentes, conforme as conclusões divulgadas no jornal médico BMJ Open.

Sabes porque os médicos vestem branco?

Nem todos os médicos usam branco

Mas o uso de um fato branco não está escrito “na pedra” como algo obrigatório, pelo menos, para todos os médicos.

Aliás, profissionais como os Pediatras e Psiquiatras nem sempre o usam, pois acredita-se que a cor pode complicar a comunicação com crianças e com doentes mentais. Há estudos citados por media internacionais que referem que os fatos brancos podem causar ansiedade e stress nestes pacientes.

Contudo, em 2007, chegou a decretar-se a “morte” do fardamento branco dos médicos, conforme noticiou a BBC. Na altura, especulava-se que as mangas dos “fatos” brancos dos médicos estariam associadas a um aumento do risco de infeções no Serviço Nacional de Saúde britânico (NHS).

Em 2009, a Associação Médica Americana chegou a discutir a proibição do uso do “fato” branco dos médicos, também por causa das infeções. Mas acabou por concluir que o assunto precisava de ser mais estudado, segundo revelou, na altura, o The Wall Street Journal.

A Síndrome do fato branco

Outro dado negativo de que é preciso falar é a chamada Síndrome do fato branco. Neste problema médico, a ansiedade do paciente em relação aos médicos leva a tensões arteriais elevadas.

Repara que um estudo publicado no New England Journal of Medicine concluiu que esta síndrome pode ser grava, aumentando o risco de morte sobretudo em pacientes com hipertensão.

A Cerimónia do Jaleco Branco

Apesar destes recentes questionamentos ao “fato” branco dos médicos, essa vestimenta continua a ser simbólica e usada em rituais, por exemplo quando os jovens entram na Faculdade de Medicina.

A chamada Cerimónia do Jaleco Branco começou a ser assinalada em 1989 na Escola de Medicina da Universidade Pritzker em Chicago, nos EUA. Mas também passou a ser realizada em outros países, como, por exemplo, no Brasil.

Durante a cerimónia, cada caloiro recebe o seu jaleco branco, o que assinala os seus primeiros passos no mundo da Medicina. O momento é simbólico e enaltece a importância social que estes profissionais têm, bem como a responsabilidade da profissão.

Em conclusão…

Já sabes porque os médicos vestem branco? É, no fundo, um misto entre simbolismo, limpeza e hábito. E, como diz aquele dito popular, o hábito faz o monge. Logo, é também uma questão de perceção dos pacientes. Mas já nem só de branco se fazem os meandros da Medicina nos dias que correm. E está tudo bem!

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Scroll to Top