Sabias que há apanha-bolas no golfe? E é uma profissão muito bem paga

Sabias que há apanha-bolas no golfe

Já ouviste falar de Caçadores de Bolas de Golfe? Também conhecidos como Mergulhadores de Campos de Golfe, estes profissionais são os apanha-bolas do golfe e ganham muito bem!

A miséria de uns é a fortuna de outros. A máxima aplica-se perfeitamente neste caso, pois os golfistas que perdem bolas de golfe, em tacadas desacertadas, contribuem para o sucesso dos apanha-bolas desta modalidade.

Mas, ao contrário do futebol, onde muitos apanha-bolas até são crianças, no golfe é uma verdadeira profissão e muito bem paga, por sinal!

A história de Glenn Berger é uma evidência clara de como esta atividade pode mudar a vida de alguém. Ele tornou-se Caçador de Bolas de Golfe quando estava desempregado. Portanto, a ideia apareceu-lhe do nada e agora apanha mais de um milhão de bolas de golfe todos os anos.

Em 14 anos de carreira, Glenn Berger diz que já fez mais de 15 milhões de dólares a apanhar bolas de golfe. Por cada bola apanhada, ele recebe mais ou menos um dólar.

Aprende como podes tornar-te Caçador de Bolas de Golfe

Pelo meio, Glenn Berger diz que já teve encontros imediatos com crocodilos e cobras, mas salienta que aprendeu a “lidar com eles”.

Crocodilos ameaçam Caçadores de Bolas de Golfe

Outro Mergulhador de Bolas de Golfe é John Waynand que trabalha nesta área há 30 anos. Ele viaja por todos os EUA nessa missão e, nalguns dias, “há mais bolas do que é possível apanhar”.

Esses são “os trabalhos de mil, 2 mil dólares”, realça, mas também frisa que há os serviços de apenas 100 dólares.

De qualquer modo, John Waynand sustenta que a atividade lhe “paga as contas” e que “não é rotineira”, uma vez que “é uma coisa diferente todos os dias”.

O maior perigo da profissão são os temíveis crocodilos e todos os anos, há Caçadores de Bolas de Golfe a morrer devido a ataques destes animais.

Porém, John Waynand também nota das dificuldades de mergulhar a elevadas profundidades, pois entra, muitas vezes, em locais com pouca visibilidade e ainda com o peso das bolas de golfe presas ao pescoço.

“Bravura” e independência

Gordon Davis é outro norte-americano que é Mergulhador de Bolas de Golfe profissional há 50 anos. Diariamente, ele mergulha em águas turvas e com lama, apanhando uma média de 3 mil a 4 mil bolas de golfe.

Essas bolas são recicladas. As das marcas mais conhecidas são transformadas em objetos tão diferentes como abre-garrafas e relógios.

Para ser Caçador de Bolas de Golfe é preciso ser “uma espécie de gato especial”, “alguém com bravura” e que tenha o desejo de ser “uma pessoa independente”, aponta Gordon Davis. Mas, no fundo, “é como qualquer outro negócio, alguém tem de o fazer”, destaca.

Aos golfistas que querem aprender como deixar as suas bolas secas e longe dos lagos dos campos de golfe, Gordon recomenda que procurem “outro desporto”!

Para finalizar, espreita o vídeo do youtuber Tristan Yaptengco que se aventurou num lago de um campo de golfe e que conseguiu apanhar mais de 5 mil bolas perdidas. É algo como 25 mil dólares em algumas horas!

No fim das contas, este trabalho de Caçador de Bolas de Golfe é bom a dobrar, pois serve a economia e o ambiente em simultâneo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima