Desde quando ser Pai Natal é um trabalho de equipa?

Ser Pai Natal

Se, durante todo o ano, parece que não tenho muito que fazer, esta é, no entanto, uma altura bastante atarefada, queridos leitores. Como devem calcular, nesta época todos os olhos estão postos em mim.

Milhares de crianças fizeram alegremente as suas listas de prendas e agora tenho de fazer tudo o que posso para tornar os seus desejos realidade e fazê-las felizes.

E se outrora eram as bonecas e os carrinhos que preenchiam o imaginário dos mais pequenos, hoje as listas são muito mais exigentes!

Tecnologia, unicórnios e um sem-fim de diferentes brinquedos fazem com que a minha chefe de equipa dos Elfos, a dona Maria Bola-de-Neve, se veja agora com longas horas de trabalho e imensos colaboradores para motivar. Muitas vezes, temos de pedir ajuda extra, em regime de freelancer, aos Montadores de Legos.

Para mim, o Natal não tem início em dezembro…

Toda esta preparação começa antes de dezembro, claro.

Assim que chegamos a meio de outubro, começo o meu dia de trabalho com uma reunião rápida com a minha equipa de Elfos, na qual a dona Maria Bola-de-Neve me informa sobre o estado da produção de brinquedos e vamos revendo a lista das crianças que se portaram melhor ao longo do ano para conseguirmos prioritizar tarefas.

Depois deste ponto de situação, faço, então, uma ronda pela produção para garantir que todos os brinquedos estão a ser fabricados com os elevados padrões de qualidade a que habituámos as nossas crianças. Ser Pai Natal é isto mesmo: garantir a felicidade dos pequenotes que esperaram o ano inteiro por esta altura!

Tenho mais ajudantes para além dos Elfos

Para além desta equipa, tenho ainda outra muito importante: a das renas. Nunca atinei propriamente com o GPS, porque o Rudolfo é, no fundo, o melhor Especialista de SIG (Sistemas de Informação Geográfica) que conheço. Na véspera de Natal, é esta equipa que me guia e assegura que todas as prendas chegam ao sítio certo e a tempo.

Perante nevoeiros, tempestades e ventos contrários, é o sentido de orientação das minhas renas e a sua capacidade de raciocínio rápido que sempre garantem que esta tarefa tão importante decorre com a maior tranquilidade possível.

E para salvaguardar que sobrevivemos às intempéries, todos os anos o meu trenó precisa de uma revisão e manutenção rigorosas, ambas realizadas pelo meu Mecânico, o senhor João Jingle-Bells. Já para não falar da ajuda preciosa que me dão os Embrulhadores de Presentes.

Este ano acabei por perceber também que precisava de mais um serviço para me ajudar na tão ocupada véspera de Natal: o dos Limpadores de Chaminés. É tão difícil descer a chaminé quando não está limpa… Quase pareço um acrobata (com todos os riscos que isso acarreta!).

É preciso manter o espírito natalício acima de tudo

Para ter força para esta tarefa, o que me dá motivação e energia são os bombons feitos pelo meu Chocolateiro preferido aqui do Pólo Norte. Mas não posso comer muitos, senão a minha Costureira – a dona Merry Ana, que elabora a fatiota vermelha que vocês tão bem reconhecem, bem como os sacos que carregam as prendas – ralha comigo devido aos inúmeros ajustes que precisa de fazer.

Tudo tem de estar perfeito para a grande noite de 24 de dezembro. Para além de toda esta produção e pessoas necessárias para fazer o Natal acontecer, tenho de ter sempre, como foco principal do meu trabalho, a manutenção do espírito natalício: pensar no próximo, reunir a família, nutrir os afetos…

Como podem perceber, embora esta época pareça muito focada em mim, ser Pai Natal é verdadeiramente um trabalho de equipa.

Confesso-vos: nem sempre é fácil fazer o mesmo trabalho há mais de mil anos… Há sempre Natais em que posso estar menos ou mais motivado, mas, no fundo, não me vejo a fazer outra coisa.

É um emprego de grande responsabilidade, sim, mas é por gostar tanto desta profissão que escolhi que sou feliz (e também, é claro, porque tenho a Mãe Natal sempre ao meu lado a apoiar-me!).

Por isso, nesta Quadra desejo ainda (e deixo aqui o apelo) que tentes encontrar a carreira ideal para o teu perfil, para que faças sempre aquilo que gostas e assim possas acordar de manhã motivado para enfrentar um novo dia. Feliz Natal a todos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima