Como trabalhar e estudar ao mesmo tempo? 9 empregos para estudantes

Trabalhar e estudar - empregos para estudantes

Procuras um emprego para estudantes que te permita conciliar com a vida académica? Há várias alternativas ideais para trabalhar e estudar ao mesmo tempo. Descobre-as aqui!

A vida está cada vez mais cara e estudar pode ser bem dispendioso! Assim, há quem tenha que trabalhar e estudar ao mesmo tempo para poder pagar as contas. 

Para quem se vê nessa situação, é preciso encontrar uma boa alternativa de emprego que permita conciliar as duas coisas, sem comprometer os estudos. Afinal, é importante ter uma formação sólida para enfrentar o competitivo mercado de trabalho atual.

Contudo, pode ser difícil encontrar a solução perfeita que permita conciliar horários e as exigências quer do trabalho, quer dos estudos.

Assim, vamos deixar-te uma lista de empregos para estudantes que precisam de trabalhar e estudar em simultâneo…

9 empregos para estudantes que querem trabalhar e estudar 

Manter um trabalho em part-time pode ser a melhor escolha para quem precisa de conciliar estes dois universos. Mas a fazer o quê? Esse pode ser o dilema que alguns enfrentam na hora de decidir.

Para ajudar-te, deixamos, de seguida, algumas opções que são bem flexíveis e que podem ser fundamentais para pagar os teus estudos, sem os prejudicar.

Explicador

És um mestre da Matemática ou do Inglês? E que tal dar explicações? Esta é uma excelente alternativa para quem quer trabalhar e estudar ao mesmo tempo.

Há várias plataformas online que te permitem registar, disponibilizando os teus serviços para quem precisar deles. Assim, tens uma audiência quase infinita como Professor Online.

Mas nem precisas de dar aulas online, se essa não for a tua praia. Podes sempre dar aulas num café, na casa do aluno ou na tua casa – conforme aquilo que preferires e for mais viável para ti.

E o melhor é que podes ser tua gerir o teu próprio tempo, adequando os teus horários em função da procura dos teus potenciais alunos.

Walker Talker

Esta é uma profissão ainda pouco conhecida, mas que tem tem potencial para ter muita procura. Afinal, o Walker Talker é um acompanhante de idosos e sabemos que a população de diversos países, como Portugal, está cada vez mais envelhecida.

Assim, podes fazer companhia a um idoso, seja passeando com ele ou simplesmente conversando. É uma experiência com benefícios duplos, pois, além de ganhares dinheiro, podes também enriquecer a tua cultura e as tuas relações com a experiência de pessoas de outras gerações.

Por outro lado, esta opção até pode ajudar-te com a problemática do alojamento, se porventura a pessoa que acompanhes, estiver interessada em arrendar-te um quarto na sua casa.

Baby-Sitter

Ser Baby-Sitter é uma excelente opção para quem gosta de crianças. Este emprego para estudantes passa por cuidar de crianças quando os seus pais não estão em casa. Pode ser, por exemplo, depois das aulas dos filhos ou durante um fim-de-semana, à noite, para uma saída romântica a dois. Ou ainda durante as férias, para os pais poderem ter algum descanso.

Deste modo, é possível encaixar o teu horário de estudante com as necessidades dos pais. Isso vai permitir-te trabalhar e estudar sem que as duas esferas da tua vida sejam irreconciliáveis.

Ganhar experiência neste emprego para estudantes até pode ser uma mais-valia quando quiseres entrar no mercado de trabalho – e não é só para trabalhos com crianças ou na área da Educação Infantil. É uma excelente forma de demonstrar que és responsável e de confiança, o que é um ótimo cartão de visita!

Pet-Sitter

Se adoras animais, podes aproveitar para cuidar deles quando os seus donos precisarem. É o “babysitting” de animais e funciona, mais ou menos, como o serviço de cuidar de crianças.

Trata-se, mais uma vez, de um emprego para estudantes que permite conciliar trabalho e vida académica. E não é assim tão difícil! Terás que alimentar, passear e brincar com os animais de estimação das pessoas, garantindo que estão seguros e felizes.

É uma opção que pode sair mais acessível aos donos do que, simplesmente, deixar o seu “mais que tudo” num canil ou em outro tipo de instalação para animais.

  • Aproveita para saber mais sobre o que faz um Pet-Sitter e sobre como ser um.

Dog Walker

O Dog Walker é um “Passeador de cães” na tradução literal para português. E, tal como o nome da profissão diz, é alguém que passeia cães. Portanto, é outra forma de Pet-Sitting, mas mais básica, pois só implica passear os animais – embora seja preciso limpar as suas porcarias e cuidar da sua segurança enquanto se faz isso.

Atualmente, as pessoas têm maior preocupação com o bem-estar dos seus animais. Assim, pensam no seu bem-estar geral e na sua qualidade de vida. Mas no dia a dia apressado, nem sempre é possível ter tempo para os nossos queridos cães.

Deste modo, o Dog Walker é sempre uma boa opção para quem não tem disponibilidade para isso. E se gostares de animais, é uma excelente atividade para descontrair dos estudos, o que só vai beneficiar a tua saúde mental.

Blogger / Blogueiro

Para quem tem queda para a escrita, ser Blogger pode ser outra ótima opção para conseguir trabalhar e estudar ao mesmo tempo.

Um Blogger escreve, edita e publica conteúdos na Internet, podendo dedicar-se a vários temas ou a um assunto específico.

Há vários tipos de blogues, desde os que se dedicam à área da saúde e do bem-estar aos que falam de negócios e de marketing, ou ainda os blogues sobre gastronomia, vinho, moda e futebol. Existem ainda aqueles blogues mais pessoais, onde algumas pessoas falam das suas experiências como mães, por exemplo.

O ideal deste trabalho é que podes ser tu a ditar as tuas regras. Portanto, podes decidir escrever sobre o que mais te interessar. O conselho que te damos é que te concentres num tema que domines, ou em que estejas especialmente interessado.

Mas o lado pior é que este pode ser um mundo complicado para ganhar dinheiro, pois a Internet está saturada de blogues e de informação. Mas com empenho e persistência, tudo se consegue.

  • Aproveita para saber mais sobre a profissão de Blogger.

Assistente Virtual

A profissão de Assistente Virtual é ideal para quem quer trabalhar de casa. Portanto, é mais uma boa opção para trabalhar e estudar, até para quem não tem transporte próprio para ir para um emprego.

Trata-se de uma carreira recente, mas que continua em amplo crescimento devido a toda a evolução da tecnologia.

Assim, estes profissionais podem fazer coisas bem diferentes, conforme a empresa para que trabalhem.

Algumas das suas tarefas podem incluir finanças e administração, ou até a criação de conteúdos. Entre estas podem estar a gestão de e-mails e/ou de redes sociais, agendar reuniões e contactar clientes, entre outras.

Game Tester / Testador de Jogos

Um Game Tester, ou Testador de Jogos, analisa videojogos para encontrar, por exemplo, eventuais bugs ou erros que possam existir. Estamos a falar de videogames que ainda não foram lançados e que, portanto, estão em desenvolvimento.

Imagina o que seria teres acesso a videojogos em primeira mão, antes de o mundo os conhecer! Bem fixe, certo? E ainda te pagariam por isso!

É uma profissão de sonho para os fãs de videojogos e pode ser também excelente para trabalhar e estudar em simultâneo – desde que não te deixes absorver tanto pelos jogos a ponto de perder as horas de estudo.

Figurante

E que tal se em vez de passares o tempo todo a ver séries e filmes, entrares tu próprio nessas produções televisivas ou de cinema? É o que podes fazer como Figurante.

Mas esta é uma profissão mais difícil do que pode parecer. Apesar de não ter protagonismo na trama, o Figurante ajuda a enriquecer a cena, tornando-a mais autêntica. E ser relevante sem estar em evidência pode ser bem complicado de conseguir.

A desvantagem deste trabalho é que podes ter de deslocar-te para certos locais para as filmagens. Além disso, podes ser obrigado a passar várias horas a repetir a mesma cena uma e outra vez, até ficar perfeita.

  • Vê aqui como começar a trabalhar como Figurante.

E que tal trabalhar e estudar na tua Universidade?

Dentro das próprias universidades há empregos para estudantes, quer durante o período letivo ou para um emprego de verão.

Alguns destes trabalhos são pagos com bolsas e podem passar por dar apoio em gabinetes dedicados aos estudantes, ou em departamentos específicos das Faculdades.

No Desporto académico, por exemplo, algumas Universidades têm Boletins internos de divulgação – o jornal desportivo da Faculdade! É uma ótima escolha para estudantes de Comunicação Social e de Jornalismo. E se na tua Universidade ainda não existe, estás sempre a tempo de propor a ideia.

O que ter em conta para trabalhar e estudar ao mesmo tempo?

Há alguns fatores importantes a considerar na hora de encontrar um emprego para estudante. Mas alguns dos critérios que deves considerar são os seguintes:

  • Disponibilidade de tempo (lembra-te que tens também de ter tempo para ir às aulas, fazer trabalhos e estudar)
  • Localização (tens como te deslocar? quanto mais perto for, mais fácil será lá chegar e menos tempo perderás nas deslocações)
  • Salário (será que compensa? afinal, se precisas do dinheiro, tem que valer a pena)
  • Flexibilidade de Horários/Folgas (podes precisar de tirar alguns dias para estudar antes de um exame, ou para acabar um trabalho importante)
  • Competências necessárias (tens o que é preciso para fazer o trabalho? se não tiveres as competências certas, pode ser um problema e um elemento de stress)
  • Oportunidade de crescimento (claro que o dinheiro é importante, mas também deves pensar em como esse emprego para estudante te pode enriquecer, tanto a nível pessoal como profissional).

Persistência e organização

Trabalhar e estudar - empregos para estudantes

Alguns estudantes, e os próprios pais, hesitam perante esta ideia de trabalhar e estudar. É o receio de que a vida académica possa ser prejudicada. Mas é preciso olhar para o outro lado, uma vez que se trata de valorizar o currículo e até o percurso académico.

Um emprego para estudante também te ajudará a preparar para o mercado de trabalho. E isso é mais uma vantagem na hora de concorrer a ofertas de trabalho com outros candidatos.

Assim, pensa seriamente na ideia e começa a preparar o terreno. Para tirares o melhor partido dos “dois mundos”, é fundamental que faças um planeamento adequado e detalhado dos teus horários de trabalho e de estudo.

Além disso, deves definir prioridades claras e objetivos a atingir, pois, caso contrário, será muito fácil que te percas no meio de tantas tarefas.

E não te esqueças de recorrer às tecnologias que podem ser fundamentais para aumentar a produtividade e conseguir atingir as metas traçadas.

Trabalhar e estudar não é “um bicho de sete cabeças”

No fim de contas, só tens de perceber que muitas pessoas só conseguiram terminar as suas formações universitárias porque trabalharam para pagar as contas. Assim, se outros conseguiram, porque não serás tu capaz também?

É tudo uma questão de organização e planeamento. Além disso, trabalhar e estudar em simultâneo vai dar-te competências adicionais que serão muito valorizadas pelas entidades empregadoras. Sabias que, cada vez mais, as empresas valorizam as chamadas “soft skills” na hora de contratar?

Quando se fala de “soft skills” são aquelas competências interpessoais, como a responsabilidade e a resolução de problemas, por exemplo, que podes desenvolver num emprego para estudante.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima